pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Prorrogado até 16 de outubro o prazo para inscrição de alfabetizandos no Programa Salvador Cidade das Letras

11 de out de 2007 - dev

Foi prorrogado até 16 de outubro o prazo para inscrição de alfabetizandos na etapa 2007/2008 do Programa Salvador Cidade das Letras/Brasil Alfabetizado. As matrículas podem ser realizadas em qualquer uma das 368 unidades da rede municipal de ensino. A lista com o endereço das escolas está no site www.smec.salvador.ba.gov.br. Maiores informações no telefone (71) 2202-3199.

Através da etapa 2006/2007 do Programa Salvador Cidade das Letras/Brasil Alfabetizado, realizado pela Secretaria Municipal da educação e Cultura e MEC, 14.000 jovens e adultos tiveram acesso ao mundo das letras. Trata-se do recorde nacional de alfabetização de jovens e adultos dentre as capitais brasileiras.

Presente à cerimônia de formatura, que ocorreu em setembro deste ano, o ministro da Educação, Fernando Haddad, se mostrou muito satisfeito em participar da cerimônia e afirmou que “toda formatura de alfabetização de adultos significa um resgate de uma dívida que a sociedade quita com aqueles que não tiveram na infância a oportunidade da instrução. É muito difícil exercer a cidadania plena sem dominar o mundo da escrita”.

Salvador tem cerca de 113.500 analfabetos, representando 6,2% do total de habitantes. O programa é uma iniciativa de reversão de um fracasso histórico na capital baiana na alfabetização de jovens e adultos. A SMEC lançou, recentemente, a campanha Salvador Rumo ao selo de Município Livre do Analfabetismo, para que esse índice seja reduzido a 4%, e a cidade consiga o Selo de Município Livre do Analfabetismo. Somente 16 municípios brasileiros obtiveram esta distinção. Dentre as capitais, apenas Curitiba detém o selo concedido pelo MEC.

O secretário municipal de Educação e Cultura, Ney Campello, demonstrou seu contentamento ao clamar que os concluintes dêem procedimento a esse novo caminho, que não parem de estudar e que identifiquem em suas comunidades pessoas, que assim como eles, precisem de ajuda para o acesso ao mundo das letras. “Hoje estamos comemorando a entrada definitiva dessas pessoas para o mundo do conhecimento. O saber é um direito de cada cidadão e o conhecimento é a porta aberta para uma nova perspectiva”, frisou.

Com a final da etapa 2006/2007, o programa tem uma nova meta para a etapa 2007/2008 matricular 56.000 alunos para que eles possam ser alfabetizados, e também, se profissionalizar através de cursos de Artesanato, Alimentação Alternativa, Atendimento ao Público, Eletricista, Empreendedorismo, Trabalho Doméstico, Informática e Jardinagem. As aulas têm início no dia 1º de outubro.