Sarau Cultural movimenta Escola Municipal Santo Antônio das Malvinas

14 de ago de 2019 - Jornalismo

Um Sarau cultural movimentou a manhã dos estudantes da Escola Municipal Santo Antônio das Malvinas, localizada em Fazenda Coutos (GRE Subúrbio I). Durante dois meses, crianças e professores mergulharam num processo de criação para estimular a coletividade, o espírito de cooperação, a amizade e muita arte. A experiência foi tão positiva que a 2ª edição já está programada para acontecer no próximo ano.

“É em evento muito importante para as crianças, pois envolve muita ludicidade e coletividade. As apresentações culturais encantam e fazem com que elas gostem mais da comunidade escolar, esse é um dos grandes objetivos, tornar a escola um lugar de fazer cultura. Fazer com que os alunos se envolvam com todo o processo cultural, criando, declamando poesias, cantando. Nossa proposta é oferecer acolhimento e fazê-los entender que o espaço é deles”, afirma a diretora da escola, Sheila Azevedo.

O estudante Cleiton Cerqueira, 8 anos, é rimador e forte candidato ao Prêmio Jorge Amado de Literatura. “Faço muitas rimas e hoje trouxe um poema sobre o bullying”, contou o pequeno, que diz com muita convicção que quando crescer quer ser desenhista e médico.

A aluna Maria Luisa declamou um poema que fala das estrelas. A professora Roseli Amorim, que acompanhou todo o processo de criação, afirmou que a qualidade do poema da aluna é resultado de sua participação e dedicação nas aulas. “Ela é muito participativa, presta muita atenção, não poderia ser diferente. Os alunos, em geral, se interessaram muito, ficamos dois meses trabalhando com eles em sala de aula. Trabalhamos a interpretação de outros poemas e foi muito gratificante, estamos na primeira edição e com certeza teremos outras”, ressaltou.

O Sarau contou com a participação dos pais dos alunos, todos encantados com a desenvoltura dos filhos. A dona de casa Ana Cácia, mãe da estudante de Angela de Oliveira, disse que a filha sempre demonstrou interesse pela leitura. “Muito bom que a escola faça eventos como esse. Nós temos que nos preocupar e estimular nossos filhos a participarem de atividades culturais e quando isso acontece dentro da escola me deixa muito feliz”, disse.

Além das declamações de poemas, teve ainda grupos de dança, capoeira, taekwondo e a apresentação de um aluno da Educação de Jovens e Adultos (EJA) , autor do clip premiado no concurso Jorge Amado de Literatura. O cantor de Hip Hop, Wenderson Sacramento Silva, animou a plateia mirim. “É gratificante participar dessa atividade, é maravilhoso passar uma mensagem para outras pessoas que também têm sonhos, principalmente quando se trata de crianças que estão cheias de planos”.

Fotos: André Carvalho/Smed/PMS