OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

Secretário Bruno Barral fala sobre Educação e a Constituição de 1988 a estudantes de direito

18 de out de 2018 - Jornalismo

Na manhã da quarta-feira (17), o secretário municipal da Educação, Bruno Barral, participou do seminário “Constituição de 1988: Os 30 anos da Carta Cidadã”, promovido pela Unime. Direcionado aos estudantes do curso de Direito da unidade de Lauro de Freitas, o evento foi organizado pela coordenadora da Faculdade de Ciências Jurídicas da instituição, Lisla Vassoler, e pela coordenadora científica do projeto, Jianine Pichite. Ao lado do advogado Victor Victor Quilici, que atuou como mediador, e do professor de Direito Cristian Patric, também palestrante, Barral falou sobre o “Direito à Educação: Análise da Constituição Federal de 1988”.

Na abertura, Jianine agradeceu a presença de todos e falou sobre a importância da discussão. “Essa palestra é essencial, pois fala sobre a garantia dos direitos fundamentais e a evocação desses direitos que certamente nos ofereceram pontes para transformar o mundo em nossa volta. Sem a Educação certamente a nossa sociedade não atingirá os seus ideais de uma sociedade mais justa, mais fraterna”, afirmou.

Durante a palestra, Bruno Barral, ressaltou a importância do debate acerca da Constituição, dos direitos fundamentais e da Educação e de como o aprofundamento das discussões e a troca de ideias contribuem para a o aperfeiçoamento dos saberes e a construção de novos projetos. “É muito engrandecedor poder participar de um debate como esse. A educação é motivadora, inspiradora”, disse, agradecendo o convite. “Foi excelente falar sobre inclusão e sobre a Constituição Federal que completa 30 anos. Nossa carta maior que precisa ser sempre valorizada e defendida. Saio daqui com a ideia de um projeto estimulando esse tipo de conhecimento na educação básica da nossa cidade”, concluiu.

O secretário tratou também dos avanços conquistados na Rede Municipal de Salvador nos últimos cinco anos, dos projetos que vem sendo desenvolvidos e dos desafios enfrentados. Ao final, os estudantes de Direito participaram com perguntas, ideias e opiniões. 

Fotos: André Carvalho/Smed/PMS