pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Secretário e gestores discutem reposição de aula

30 de jun de 2006 - dev

A reposição dos 12 dias letivos nas instituições municipais de ensino foi o assunto principal debatido durante o encontro do secretário municipal da Educação e Cultura, Ney Campello, com professores, diretores e coordenadores das escolas pertencentes a Coordenadoria Regional de Educação de Pirajá em mais uma edição do Programa Decola Escola.

De acordo com o secretário, devido à paralisação parcial dos professores da rede municipal de ensino, iniciada no dia 25 de maio e encerrada no dia 09 de junho, a fim de compensar estes dias, haverá aulas nos três turnos nas unidades escolares que aderiram à paralisação, entre os dias 26 e 30 de junho de 2006. Caberá aos gestores destas unidades de ensino o envio às Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) de calendários especiais com o objetivo de cumprir mais sete dias letivos. Já nas unidades escolares que funcionaram durante a paralisação, os gestores enviaram às CREs calendários especiais visando a reposição de quatro dias de aulas, referente à recente paralisação dos rodoviários.

“A categoria tem direito de reivindicar, mas os estudantes não podem ser prejudicados. Por isso, os docentes devem cumprir o calendário de reposição.Caso isto não ocorra, os professores terão descontados os dias não trabalhados. Durante a paralisação, os professores não tiveram seus salários descontados, o mais justo é repor estes dias letivos”, ressaltou o secretário.

Além da paralisação, os representantes das CRE´s de Pirajá abordaram sobre a importância dos Indicadores de Desempenho Acadêmico, que vai permitir ao órgão central da Secretaria Municipal da Educação e Cultura e aos gestores das escolas municipais conhecerem as dificuldades de cada instituição de ensino e assim desenvolver estratégias de melhorias.

Outra preocupação foi a evasão escolar, principalmente entre os estudantes do noturno. Segundo o secretário Ney Campello, os docentes devem elaborar projetos pedagógicos mais atraentes para a permanecia dos alunos da noite. “Eles trabalham durante o dia e quando chegam na sala de aula o professor só faz reproduzir conhecimento. Temos que ser criativos na sala de aula para atrair a atenção dos estudantes do terceiro turno”, afirma.