pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Secretário participa da festa da Tocha Olímpica dos Jogos Pan-Americanos

13 de jun de 2007 - dev

Antonio Diniz e Lis Grassi

O secretário municipal de educação, Ney Campello, participou da festa que marcou a passagem, por Salvador da tocha dos Jogos Pan-Americanos 2007, neste sábado (dia 09). O símbolo da competição, que permanecerá no Rio de Janeiro de 13 de julho a 14 de agosto, foi recebido às 8h15 no Aeroporto Internacional de Salvador pelo prefeito João Henrique Carneiro e percorreu mais de 47 quilômetros de ruas, passando por alguns de nossos mais belos cartões-postais, entre eles o Dique do Tororó.

No Dique, onde chegou pelas mãos do cantor Xandy, do grupo Harmonia do Samba, a tocha foi levada pela equipe de remo (4com) paraolímpica formada pelos atletas Selma Maria, Everaldo Santos, Elton Santana, Wellington Souza e José Rodrigues. Contornou os orixás dentro do Dique e foi saudada por 10 mil balões com as cores da Bahia (azul,vermelha e branca). No píer, defronte da Fonte Nova, a tocha foi entregue à estudante Laíse dos Santos e, ao som do afoxé Filhos de Gandhy, foi conduzida até o palco oficial.

Para a estudante de 12 anos, da 6ª série da Escola Municipal Cidade de Jequié, que ganhou o direito de ser convidada pela bela redação que fez sobre Cuba, o fato de ser escolhida para conduzir a tocha foi algo indescritível. “Estou cheia de alegria, emoção e ansiedade, explicou, antes de receber a tocha”.

No palco armado no estacionamento no Dique, o secretário Ney Campello saudou a tocha com o fogo simbólico do Pan e entregou o certificado a Laíse, destacando a importância de ter uma aluna do município participando de uma cerimônia tão importante.

A coordenação de esportes da SMEC também esteve representada na solenidade da passagem da tocha por Salvador com a presença da coordenadora Ivone Portela e dos professores Acúrsio Esteves e Elias Raimundo dos Santos. Ivone destacou a importância da festa e lembrou que alunos de várias escolas da rede estiveram no Campo Grande e no Dique acompanhando toda programação. Esteve também prestigiando o evento, o subsecretário municipal de Educação e Cultura, Cláudio Silva.

O professor Antonio Luiz Diniz, também da Escola Cidade de Jequié, representou os professores da rede municipal na festa de revezamento. Ele, que conduziu a tocha no trecho próximo ao Iguatemi, considerou o evento muito importante e disse que espera que esse acontecimento desperte a nossa juventude para a importância da pratica do desporto.

Depois da solenidade no Dique do Tororó, a Tocha seguiu para a Igreja do Bonfim. O revezamento só terminou na Praça Municipal, quando a tocha foi entregue ao prefeito João Henrique Carneiro pela cantora Margarete Menezes.

PEQUENA ATLETA

A estudante Laíse de Jesus Santos, 12 anos, da Escola Municipal Cidade de Jequié conduziu o símbolo do Pan 2007 por 400 metros, nas imediações da sede da Emtursa, no Dique do Tororó, onde houve uma grande concentração popular.

A jovem recebeu esse mérito por vencer o primeiro lugar do concurso de redação sobre Cuba, país que estará presente nos Jogos Pan-Americanos, no Rio de Janeiro, e que Salvador homenageou durante a passagem da tocha.

Em um palanque armado no estacionamento do Dique, Laíse exibiu o símbolo dos Jogos para os presentes, entre as quais dezenas de alunos de escolas municipais e crianças participantes das atividades esportivas oferecidas pela Superintendência de Desporto do Estado da Bahia (Sudesb), que aguardavam ansiosos a chegada da chama.

O secretário municipal de Educação, Ney Campello classificou a participação de Salvador no revezamento como “um momento ímpar para a cidade, no qual a integração entre educação e esporte como ferramenta de inclusão social foi ainda mais fortalecida”.

Segundo Campello, a escolha de Laíse é a representação da política de valor do esporte como prática educacional, desenvolvida pela SMEC em todas as escolas da rede municipal. Já o presidente da Fundação Gregório de Mattos, Paulo Lima, chamou a atenção para a simbologia do fogo, que representa a descoberta do conhecimento, apontando o esporte como forma de compreensão do corpo e da mente.

No texto premiado, a estudante tratou de temas como a economia e a história de Cuba e falou sobre o 1º Jogos Pan-Americanos. Para os pais de Laise, Helenice Maria de Jesus e Celso Barbosa dos Santos, os estudos da menina sempre estão em primeiro lugar, isto se reflete no boletim da garota com notas entre 9,0 e 10. “Receber o resultado do concurso foi um reconhecimento do esforço de minha filha e do bom trabalho da escola”, afirma Helenice.

Antes de Salvador a Chama já havia sido vista por moradores de Santa Cruz de Cabrália, Porto Seguro, Goiânia, Ouro Preto, Belo Horizonte e Vitória do Espírito Santo.