pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Secretario se reúne com supervisores da Alfabetiza Salvador

04 de jun de 2013 - dev

Nesta terça-feira (04), os orientadores de estudo do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) estiveram reunidos com a Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico da Secretaria Municipal da Educação (SMED), na Casa da Amizade, em Ondina. O evento, que faz parte da Operação Alfabetiza Salvador, foi para discutir e aperfeiçoar a implantação do programa. O encontro pedagógico desta semana teve a participação do secretário João Carlos Bacelar, que parabenizou o empenho do grupo pela melhoria na qualidade do ensino na rede.

Durante o encontro os orientadores trocaram experiências, apresentaram os avanços da implantação da operação e fizeram um planejamento de ações que será apresentado na formação dos professores no próximo sábado (08). “Essas reuniões com a secretaria são muito boas, pois pensamos em ações pedagógicas em conjunto para fortalecer a rede. Assim estamos fortalecendo o sentido de rede e estruturando a rotina que já existe”, afirmou o coordenador pedagógico Neilton Sena. “Estamos potencializando, aprofundando nos estudos para melhor alfabetizar nossos alunos e obter melhores resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB)”, reforçou a coordenadora pedagógica Lucinda Araújo.

“Não poderia deixar de vir aqui para parabenizar e agradecer pelo excelente trabalho que vocês estão desempenhando nas escolas para que nossas crianças sejam alfabetizadas na idade certa. Alfabetizar as nossas crianças até oito anos de idade será uma das grandes revoluções desse país. Estou comprovando diariamente que só a Educação salva, que este é o único meio de transformação e nós vamos transformar a vida das nossas crianças”, comemorou Bacelar.

ALFABETIZA SALVADOR – A operação tem como metas desenvolver o educando para o exercício pleno da cidadania e das competências específicas para cada etapa de escolarização; garantir o apoio necessário para a alfabetização em caráter especial dos alunos dos demais anos de escolarização; e instrumentalizar os professores à revisão permanente de suas práticas.

A estratégia, que também prevê a alfabetização dos alunos não alfabetizados do 3º ao 5º ano, foi criada a partir da necessidade de corrigir a defasagem na aquisição dos conhecimentos básicos de leitura, escrita e matemática e oferecer alternativas para melhoria da qualidade da educação. Além disso, a operação tem a finalidade de preparar a rede para a construção de um sistema estruturado de ensino, capaz de elevar o nível de desempenho acadêmico dos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Também serão realizadas avaliações externas bimestrais em língua portuguesa e matemática e os docentes que atuarem na operação receberão gratificação financeira até o término da ação, em dezembro deste ano.