SMEC avalia alfabetização em Salvador

05 de Maio de 2008 - dev

Pela primeira vez, a Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC) aplica a Provinha Brasil na rede de ensino de Salvador, com o objetivo de oferecer, aos gestores públicos e professores, informações sobre o nível de alfabetização dos estudantes. “Identificando possíveis deficiências de leitura e escrita, ainda no início do processo de aprendizagem, será possível a criação e aplicação de programas corretivos, em tempo hábil. Dessa forma, queremos evitar o atraso escolar e estimular o hábito de ler, que é muito importante para o desenvolvimento de nossas crianças e determinante para o futuro delas”, afirmou o secretário Carlos Soares.

A Provinha Brasil é um instrumento elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC), com o intuito de viabilizar ações que contribuam para a eqüidade e qualidade da educação pública brasileira. A adesão das secretarias estaduais e municipais de educação é voluntária. No entanto, os 3.133 municípios com os menores Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Idebs) receberam o material impresso. Os demais, tiveram acesso ao arquivo da prova através do site do MEC.

A Bahia é o estado com maior número de municípios com os piores Idebs do País. 385 cidades baianas receberam o material impresso e Salvador está inserida neste grupo. A SMEC irá aplicar a Provinha Brasil em todas as escolas da rede, visando a melhoria contínua do ensino municipal. No próximo dia 20 (terça-feira), os estudantes do 2º ano de escolarização serão avaliados.

Com os resultados, a SMEC iniciará a elaboração e realização de intervenções pedagógicas necessárias. No final do segundo semestre do ano letivo, será aplicada uma nova prova aos mesmos alunos, para avaliar os efeitos das ações promovidas pela secretaria. “É através da educação que podemos realizar a transformação social. Tudo o que for nos auxiliar nessa luta, de oferecer ensino de qualidade aos soteropolitanos, que tem sido prioridade na gestão do prefeito João Henrique, nós vamos abraçar, porque fazemos educação com amor”, frisou o secretário.