pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

SMEC inicia estudo da demanda de novos alunos

24 de jan de 2005 - dev

A Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC) já está tomando as providências necessárias para atender a grande demanda dos novos alunos, que procuram vagas nas 359 unidades escolares da Rede Pública de Ensino de Salvador. Entre as medidas emergenciais a serem adotadas estão: aluguel de prédio, adequação e ampliação de sala de aula. Até a última sexta foram matriculados 41.146 alunos e cadastrados 778.
“Os alunos cadastrados serão remanejados para escolas mais próximas de suas residências. Nos locais onde ocorreu uma grande procura por vagas vamos tomar providências juntamente com a Secretaria de Administração (SEAD) no sentido de alugar prédios provisoriamente”, garante a Secretaria da Educação e Cultura de Salvador, Olívia Santana.
A SMEC já está consciente de que a maior demanda ocorreu em treze (13) escolas : Lélis Piedade (Centro), Antônio Carlos Magalhães (São Caetano), Pescador e Vitória da Conquista (Itapuã), Maria Conceição Imbassahy , Anfrísia Santiago e Cabula (I) (Cabula), São Marcos, Manoel de Abreu, Orlando Imbassahy e Cecília Meireles (Pirajá), Ricardo Pereira e Milton Santos (Cajazeiras).
Para 2006, a SMEC está garantindo que o processo será agilizado através da informatização do sistema de matrícula “vamos começar a matrícula mais cedo para podermos dar alternativas de vagas, para quem não conseguir ser matriculado na unidade escolar desejada. Faremos uma redistribuição mais ordenada”, destaca Olívia Santana , que acrescenta “Não havia um processo de estudo prévio de demanda por vagas no processo de matrícula da Rede Municipal e vamos corrigir isso incentivando o uso das novas tecnologias de forma mais eficaz”.
Mas as mudanças serão muitas, de acordo com o assessor especial da SMEC Cláudio Souza da Silva “já estamos agilizando um cadastramento físico de todas as escolas da Rede, para que se necessário, de acordo com a demanda de matrícula, possamos ocupar os espaços ociosos, com salas de aula. Outra medida que posso adiantar é dar um treinamento especial aos funcionários das escolas, para que o uso das tecnologias já disponíveis sejam mais adequados”.
De acordo com o fechamento da demanda desde ano, a SMEC também fará juntamente com o IBGE um levantamento de dados, para um estudo de ampliação da Rede em áreas onde faltam vagas.
Vale destacar ainda, que catorze (14) obras de construção, reconstrução, reforma e ampliação da Rede Física Escolar estão atrasadas em relação ao prazo de entrega. Os empreiteiros responsáveis já estiveram reunidos na SMEC, com o subsecretário da Educação e Cultura de Salvador Ney Campelo e foram informados de que essa situação não pode mais acontecer e medidas estão sendo tomadas, pois o não cumprimento dos prazos acarretará em multas e até mesmo rescisão de contrato, de agora em diante.
Hoje, segunda (24 de janeiro), a Secretária da Educação e Cultura de Salvador, Olívia Santana estará reunida com os secretários do Transporte e Administração , Nestor Duarte e Luis Carlos Café, respectivamente, para negociar possíveis soluções para o problema dos alunos excedentes. Uma das questões é justamente o problema do transporte, para aqueles alunos que forem remanejados para unidades escolares distantes da residência ou para um dos prédios alugados emergencialmente que possam estar situados em locais mais afastados da moradia do estudante.