pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

SMEC lança campanha “Salvador rumo ao Selo de Município Livre do Analfabetismo”

08 de ago de 2007 - dev

A Secretaria Municipal da Educação e Cultura convoca todos os segmentos sociais de Salvador para o engajamento na campanha “Salvador Rumo ao Selo de Município Livre do Analfabetismo”. Atualmente, Salvador conta, segundo o IGBE, com 113.000 analfabetos absolutos. A meta do Programa Salvador Cidade das Letras/Brasil Alfabetizado é alfabetizar em 2007 cerca de 60.000 jovens e adultos e mais 53.000 pessoas em 2008.
Somente 64 municípios no país (de um total de 5.560) e uma capital brasileira (Curitiba) detêm o selo, concedido pelo MEC.

As aulas do Salvador Cidade das Letras/Brasil Alfabetizado em 2007 têm início no dia 10 de setembro e a SMEC está cadastrando alfabetizadores até o dia 20 de agosto, através do telefone 0800-285-3111; a fim de cumprir a meta de alfabetização neste ano. As inscrições se encerram no dia 20 de agosto.

Em 2006, Salvador bateu o recorde nacional absoluto de inscrições do Programa Brasil Alfabetizado. Na ocasião, 21.800 jovens e adultos se cadastraram para o processo de alfabetização, que dura nove meses, incluindo um mês de curso profissionalizante. Além da alfabetização, o programa também oferece cursos de Artesanato; Alimentação Alternativa; Atendimento ao Público; Eletricista; Empreendedorismo; Trabalho Doméstico; Informática e Jardinagem.

“Isto significa a ruptura de um fracasso histórico na capital baiana na alfabetização de jovens e adultos. Afinal, nos últimos dez anos, a Prefeitura de Salvador alfabetizou, em média, anualmente, somente 2.000 jovens e adultos”, afirmou Ney Campello, secretário municipal de Educação e Cultura. Segundo o secretário, o sucesso em 2006 foi alcançado graças a parceria entre a Prefeitura e a sociedade. “Muitas salas de aula, por exemplo, são cedidas por igrejas, associações de moradores e empresariado. É necessário agora aumentar o leque de parceiros. Afinal, a luta contra o analfabetismo deve ser de toda a sociedade”, avaliou.

O coordenador do Programa Salvador Cidade das Letras/Brasil Alfabetizado, Luiz Fumaneri, avalia que os “dados do IBGE comprovam que a renda familiar está relacionada aos anos de estudos. Por isso, vamos cumprir a nossa missão que é ensinar e incentivar estes jovens a darem continuidade ao caminho da educação”, ressalta. Após a alfabetização, os alunos do Salvador Cidade das letras/Brasil Alfabetizado são encaminhados para a Educação de Jovens e Adultos.

As ONGs; empresariado; associações; instituições de ensino superior e demais representações da sociedade civil organizada interessadas em integrar este movimento devem entrar em contato com Luiz Fumaneri, através do telefone (71) 2202-3005.