pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

SMEC realiza a II Mostra de Tecnologias Educacionais

10 de fev de 2007 - dev

Professores, estudantes, diretores, coordenadores e cidadãos soteropolitanos conheceram, no dia 09 de fevereiro, durante a II Mostra de Tecnologias Educacionais, os programas tecnológicos voltados para a educação disponibilizados pela a Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC) às escolas da rede municipal de ensino.

Através do evento, que foi realizado na Praça Thomé de Souza, os visitantes puderam conhecer o Programa de Ciências e Tecnologias com Criatividade (CTC), desenvolvido pelo Sangari Brasil, que segue as tendências mais atuais no campo didático das ciências. Através do CTC, os estudantes do ensino fundamental poderão participar de atividades de investigação cientifica, possibilitando a criatividade e o raciocínio lógico.

Outros projetos que chamaram atenção do público foram o Kidsmart, da Corporação IBM, e as Mesas My Kid e Kid Together, do Grupo Positivo. Com telas coloridas, a My Kid mesa educacional favorece o desenvolvimento das habilidades de comunicação e expressão. Para isso, combina material concreto, mesa de trabalho em grupo e software com recursos como videoclipes, músicas, histórias e textos. Indicada para crianças a partir da Educação Infantil, a mesa ajuda a desenvolver nos alunos aspectos da linguagem: leitura, compreensão de textos escritos e narrados, gramática, expressão oral e escrita. A Kid Together mistura uma grande variedade de materiais, como blocos com formas geométricas e cartões ilustrados, estimulando o desenvolvimento de atividades cooperativas e interdisciplinares. Os materiais estimulam o aprofundamento de conceitos nas diversas áreas do conhecimento, destacando-se uma grande variedade de atividades, como projeto e construção de modelos, reconhecimento de cores e formas, leitura e composição de textos (histórias, poemas, etc.), montagem de quebra-cabeças, pintura, entre outras.

Já o Kidsmart, da IBM, é um software desenvolvido para a Educação Infantil com o objetivo de incluir digitalmente as crianças de 3 a 7 anos de idade, contribuindo para maiores possibilidades de êxito na educação. A IBM entregará à rede municipal de ensino 49 mesas educacionais, que serão destinadas às escolas da rede que oferecem educação infantil. O Kidsmart é composto por móvel plástico com aparência de brinquedo totalmente adaptado às crianças. Como parte da implantação deste programa será realizado também a capacitação de professores e multiplicadores. A formação será realizada do dia 12 a 14 de fevereiro no Centro de Aperfeiçoamento Pedagógico da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (CAPS/SMEC).

Para o secretário municipal de Educação e Cultura, Ney Campello, a tecnologia é uma ferramenta importante para o desenvolvimento educacional dos estudantes da rede pública de ensino, porque estimula a criatividade e o raciocínio lógico. “Estas ações mostram como a administração de Participação Popular se preocupa em oferecer aos cidadãos soteropolitanos uma educação pública de qualidade”, afirma. O secretário afirma que a II Mostra de Tecnologias Educacionais estreita as relações entre provedores de tecnologias educacionais e o corpo de diretores e docentes das escolas da rede municipal, possibilitando o exercício da democratização do conhecimento através do acesso às novas tecnologias.

Além dos softwares educacionais, a rede municipal de ensino proporciona aos seus estudantes cursos de robótica, laboratórios de ciências, hardwares voltados para o ensino e laboratórios de informática com internet banda larga. As empresas que apresentarão as suas novidades na área de tecnologia educacional foram Lego, Brinkmobil, Grupo Positivo, Educandos, IBM e Sangari Brasil.

A exposição contou com a presença dos coordenadores e alunos do Projovem, dos vereadores Aladilce Souza e Everaldo Augusto, coordenadora da Escola Hospitalar Criança Viva, coordenadores da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, coordenadores e professores da rede municipal de ensino.

INCLUSÃO

O Programa de Inclusão Digital é uma ação da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal da Educação e Cultura, em parceria com o Instituto Stefanini. A iniciativa além de atender aos estudantes da rede municipal de ensino também beneficia a comunidade entorno das escolas. O público atendido é composto, em sua maioria, de pessoas de baixa renda com renda familiar de no máximo dois salários mínimos compartilhado em média com seis pessoas por família, onde torna-se visível a impossibilidade do comprometimento da renda em um curso de informática. São beneficiados crianças, adolescentes e pessoas da comunidade oriundos de escolas públicas. Estão disponíveis aos alunos o curso de informática básica, informática avançada, manutenção de hardware e orientação profissional.

Além disso, a SMEC , o Instituto Stefanini e a Microsoft desenvolvem, desde maio do ano passado, o Projeto Aluno Monitor. A iniciativa utiliza um ambiente de educação a distância e de capacitação presencial para alunos de escolas públicas, que têm a oportunidade de qualificação e iniciação profissional, com base em produtos Microsoft de mais alta tecnologia, como o Windows e o Office.

Por meio do curso, o aluno torna-se apto a monitorar os ambientes informatizados de suas escolas, auxiliar colegas e professores no desenvolvimento de projetos que envolvam o uso das tecnologias no processo de ensino e aprendizagem, replicar as habilidades adquiridas a outros alunos monitores, garantindo a multiplicação do conhecimento, instalar e desinstalar programas e solucionar problemas com vírus e arquitetar uma rede. No total, a rede municipal conta com 150 laboratórios de informática com internet banda larga.