pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

SMEC realiza abertura do curso de formação sobre cultura afro

17 de jul de 2008 - dev

A Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC), em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), realizou nesta quinta-feira (17), no auditório da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, a abertura do Curso de Formação Continuada sobre Cultura Afro, para professores do ensino fundamental. O objetivo desta ação é dar continuidade ao trabalho iniciado em 2005 com a distribuição das pastas de texto para os estudos que podem fundamentar o planejamento das aulas sobre a educação das relações étnico-raciais e o ensino da cultura afro-brasileira e africana nas escolas.

“Após a participação neste curso, os professores municipais terão mais propriedade para contemplar seus alunos com aulas sobre a história do negro, incentivando os estudantes a respeitarem a cultura e o intelecto da sua própria raça”, explica a coordenadora do Livro Didático e das Ações Relacionadas à Lei nº. 10639/03 da SMEC, Consuelo Almeida.

Neste primeiro momento 165 professores da rede, divididos em cinco turmas, participam do curso que tem três etapas. Na primeira etapa os docentes realizarão a leitura dos textos produzidos por doutores da Universidade Federal da Bahia (UFBA), na segunda será realizada uma oficina para orientar a utilização do Atlas Afro-brasileiro Cultura Popular, adquirido pela SMEC para compor o acervo das escolas, e na última etapa, os professores construirão o seu próprio plano de ação. Os encontros serão realizados no Colégio Central da Bahia, durante 12 sextas-feiras.

“Este projeto é importante porque tem como objetivo fazer com que o aluno perceba a relação da identidade e etnia. Nesse momento os professores têm um papel muito importante, pois quando eles se percebem afro os alunos passam a compreender o valor da sua raça”, diz o coordenador de Ensino e Apoio Pedagógico da SMEC, Manoel Calazans.

De acordo com a professora do 4º ano do ensino fundamental, da Escola Municipal Educador Paulo Freire, Rose Barreto, a ação só vem dar continuidade e aprimoramento às atividades que já são realizadas na unidade. Ela conta que durante todo o ano os alunos participam de projetos sobre cultura afro, que abordam temas como água e ervas medicinais, música afro, lendas africanas e personalidade negra. “Como a abordagem dessa temática já era comum na nossa escola eu acredito que melhorando o meu conhecimento vou poder ajudar os meus alunos a conhecer e valorizar ainda mais as suas origens”, afirma.

Com a apresentação da palestra “O lugar do negro nas Artes e nas Ciências”, ministrado pela professora doutora da UFBA Vanda Machado, os participantes puderam refletir e entender quais as diretrizes curriculares nacionais para o ensino de história e cultura Afro-brasileira, africana e indígena. “Parabenizo a todos por essa iniciativa. Os educadores têm um papel muito importante nesta ação, pois eles são os responsáveis em disseminar a informação para o alunado. Temos que ter a consciência de que todos nós somos potencialmente iguais”, finaliza.

O encontro foi encerrado com uma apresentação cultural, realizada por alunos do ensino fundamental da Escola Municipal Eugênia Anna dos Santos. Os encontros semanais serão realizados nas seguintes datas:
Julho – 18 e 25
Agosto – 1, 8, 15, 22 e 29
Setembro – 5, 12, 19 e 26
Outubro – 3