Smed realiza reunião devolutiva do Programa Salvador Avalia (Prosa)

10 de jul de 2019 - Jornalismo

Professores, coordenadores pedagógicos das escolas e das Gerências Regionais de Educação (GREs) e técnicos da Secretaria Municipal da Educação (Smed) se reuniram na terça (9) e quarta-feira (10), no Centro de Convenções do Hotel Fiesta, para a devolutiva dos resultados das avaliações do Programa Salvador Avalia (Prosa), aplicadas em março deste ano. Durante o evento, foram apresentadas as análises dos resultados, os pontos fortes e fracos, as dificuldades do processo de ensino/aprendizagem, bem como caminhos de ação para o aprimoramento do ensino.

Criado pela Smed em 2013, o Prosa é desenvolvido pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF), em parceria com a Smed. O exame aborda questões de Matemática e de Língua Portuguesa e é voltado aos alunos do Ensino Fundamental, com o objetivo de aferir o conhecimento, realizar um diagnóstico do aprendizado e apresentar indicadores capazes de contribuir para o monitoramento e aperfeiçoamento da qualidade da educação.

Presente à reunião, a coordenadora pedagógica Verônica Cedraz, da Escola Municipal Risoleta Neves, localizada em Pernambués (GRE Cabula), afirmou que as avaliações externas estão sendo de extrema importância para o corpo docente poder analisar os descritores com menor desempenho, pausando e planejando intervenções pedagógicas com uso de estratégias para que os alunos avancem na aprendizagem. “Os resultados das avaliações do Prosa nos dão subsídios para traçar os planos de ação, bem como repensar as tomadas de decisões”, afirmou.

Para Lucileide Batista dos Santos, professora de matemática da Escola Municipal Dona Arlete Magalhães, em Castelo Branco (GRE Pirajá), esse instrumento de avaliação, além de possibilitar o diagnóstico da aprendizagem, figura para os alunos como um estímulo ao estudo dos conceitos matemáticos.

Prosa – Direcionadas aos estudantes do 2º, 3º, 5º e 9º anos, as avaliações do Prosa são aplicadas duas vezes ao ano (entrada e saída). Para o 2º e o 3º anos, têm objetivo de conhecer o nível de alfabetização dos alunos. A aplicação das provas no 5º ano permite saber como os alunos estão concluindo o Ensino Fundamental Anos Iniciais. No 9º ano, é possível ter uma noção de como os alunos estão saindo do Fundamental para ingressar no Ensino Médio.

Para os alunos do 5º e do 9º ano, a avaliação serve, também como um preparo para a Prova Brasil – exame federal que será aplicada neste semestre e cujas médias de desempenho são utilizadas, juntamente com a taxa de aprovação, para obtenção do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Fotos: André Carvalho/Smed/PMS