pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Unidades de ensino abrem suas portas às comunidades nos finais de semana com cultura, esportes, cursos profissionalizantes, lazer e inclusão digital

13 de set de 2005 - dev

No dia 17 de setembro deste ano, unidades de ensino da rede municipal abriram suas portas às comunidades localizadas no seu entorno. A partir desta data, estas escolas tornaram-se pólos irradiadores de cidadania. Na ocasião, foram inaugurados o Programa Escola Aberta e o Programa de Inclusão Sócio-digital. As ações consistem na abertura de escolas da rede municipal durante os finais de semana para a realização de oficinas de qualificação profissional; lazer; cultura; artes; esportes e saúde. O Programa é uma parceria do MEC, Unesco e Secretaria Municipal da Educação e Cultura.

De acordo com a secretária Olívia Santana, as modalidades das oficinas que estão sendo desenvolvidas “foram detectadas e implantadas pelos órgãos públicos em parceria com as comunidades”. As atividades estão à disposição das comunidades e têm como um dos objetivos melhorar o relacionamento entre professores, alunos e pais.

O Programa tem uma estratégia inovadora na oferta de educação, cultura, qualificação profissional e lazer. A ação contribui para a melhoria da qualidade da educação e a construção de uma cultura de paz através da integração entre a escola, a família e a comunidade. A meta é reduzir a violência nas comunidades nos entorno das escolas através da oferta das atividades.

Apesar do estado da Bahia apresentar uma taxa de óbitos por homicídios de 15,1 em 100.000 habitantes, a realidade é distinta quando se analisa a mesma taxa entre jovens de Salvador (78,9), número duas vezes maior que a taxa da população total e cinco vezes mais elevada que a taxa de óbitos. Em São Paulo, onde há dois anos funciona um programa estadual de abertura das escolas nos finais de semana para atividades de lazer, foi constatado nas comunidades no entorno das escolas uma queda de 57% no número de homicídios e 81% de ocorrências policiais por porte de drogas.

Pólos irradiadores de cidadania

Dentre as oficinas profissionalizantes, estão sendo oferecidos cursos de culinária; manicure e manutenção predial e produção de bijuterias, dentre outros. Outras atividades, como dança do ventre; grafitismo; futebol; oficinas de teatro e rádio comunitária; consultoria jurídica; dança-afro e capoeira e outras ações, estão transformando as unidades escolares em pólos irradiarores de cidadania para as comunidades no entorno das escolas.

Inclusão digital

Simultanemanete ao Programa Escola Aberta, também no dia 17 de setembro outras 11 unidades escolares abriram suas portas às comunidades no final-de-semana, promovendo a inclusão sócio-digital. Trata-se de uma parceria da Secretaria Municipal da Educação e Cultura com o Instituto Stephanini. São oferecidos gratuitamente nos finais-de-semana cursos de informática.

Atualmente, 62 unidades da rede municipal de ensino contam com laboratórios de informática. A meta é poder ampliar para 100 escolas até o final deste ano e contemplar todas as 360 unidades de ensino da rede até o final de 2008.